segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Em defesa da família tradicional

«A negação da família tradicional está inscrita nos planos de todas as utopias revolucionárias, porque a família propaga uma concepção orgânica e harmoniosa da sociedade e das relações humanas, que contraria estas utopias. Com efeito, o ambiente familiar reflecte de forma admirável a unidade, a diversidade, a hierarquia do universo, bem como a estabilidade dos princípios morais que devem reger a sociedade.»
 
In "A Ditadura do Relativismo" - Roberto de Mattei pág.27

A loucura elevada a normalidade

A sinificação de Portugal levada a cabo pelo sócretininho é o "tubo de ensaio" de "bruxelas" para o resto da europa. A prazo.
 
Todas as engenharias sociais e devaneios democráticos não existem por acaso, convergem todos para um fim último, a sinificação mundial.
Este governo surpreende-me todos os dias, pela negativa. É um infindável centro de manipulações que geram actos que deveriam considerar-se como "traição à pátria". Pois que, quem maltrata o seu povo descaradamente como estes o fazem, não é merecedor de qualquer respeito. Claro que o problema não se resume a este governo, todos os anteriores tiveram a sua quota de responsabilidade, e de nada adianta virem com a "parfonilha" da democracia e do estado de direito, que nem para figuras decorativas servem .... a utilidade máxima da democracia é bem conhecida; a democracia é o "pântano viscoso" dos "nossos sonhos", revela-se a mesma inexacta, profundamente inexacta, na sua significação e no seu conteúdo.